cv.sinergiasostenible.org
Novas receitas

Creme de leite cru encomendado para interromper as operações um ano após o surto de Listeria Fatal

Creme de leite cru encomendado para interromper as operações um ano após o surto de Listeria Fatal



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


A Vulto Creamery, uma queijeira artesanal em Walton, N.Y., foi condenada por um juiz federal a interromper a produção de seus queijos após um surto de listeriose em vários estados no ano passado que deixou oito pessoas doentes e causou duas mortes.

De acordo com o Hartford Courant, em março de 2017, a Vulto Creamery relembrou seu famoso queijo Ouleout, um queijo de leite de vaca de casca lavada feito com leite não pasteurizado, depois que foi determinado ser a fonte do surto. Oito pessoas com idades entre 1 e 89 anos ficaram doentes e duas morreram.

De acordo com o Food Safety News, a empresa fez um recall do queijo Ouleout em 3 de março de 2017. Quatro dias depois, o recall foi expandido para incluir todos os queijos moles e semimoles da Vulto, e quatro dias depois, foi expandido para incluir todos os produzidos da Vulto Creamery. A empresa supostamente destruiu sua totalidade, e Buzzfeed relata que a empresa não produziu nenhum queijo desde então, embora não tenha sido legalmente impedida de fazê-lo até agora.

Um relatório da FDA indica que os inspetores encontraram várias violações de segurança alimentar na fábrica de laticínios. Agora, a Vulto Creamery foi proibida de fabricar ou distribuir alimentos a menos que atendam a várias condições estabelecidas pelo tribunal, incluindo a contratação de um especialista independente para desenvolver um programa de saneamento eficaz e o recebimento de confirmação por escrito do FDA de que os processos de fabricação estão em conformidade com as leis de segurança alimentar.

A listeriose é uma doença alimentar potencialmente fatal causada pela ingestão de alimentos contaminados com o Listeria monocytogenes bactérias. Os sintomas incluem febre, dores, náuseas e diarreia, e a condição é especialmente perigosa para recém-nascidos, crianças pequenas, idosos, pessoas grávidas e pessoas com sistema imunológico debilitado.

O site da indústria de laticínios ainda está funcionando, listando cinco queijos, incluindo Ouleout, mas um link de "recall" no site retorna uma página vazia, e os resultados de pesquisa do Google para Vulto trazem a mensagem "Permanentemente fechado". Listeria foi responsável por um dos maiores recalls alimentares de 2017.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que as doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos com leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos com leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que as doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos de leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que as doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos com leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que as doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos de leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. No entanto, as bactérias do leite cru podem ser especialmente perigosas para pessoas com sistema imunológico enfraquecido (como pacientes transplantados e indivíduos com HIV / AIDS, câncer e diabetes), crianças, adultos mais velhos e mulheres grávidas. Na verdade, o CDC descobriu que doenças transmitidas por alimentos do leite cru afetam especialmente crianças e adolescentes.

"Leite Pasteurizado" Explicado

A pasteurização é um processo amplamente utilizado que mata bactérias prejudiciais ao aquecer o leite a uma temperatura específica
por um determinado período de tempo. Desenvolvida pela primeira vez por Louis Pasteur em 1864, a pasteurização mata organismos prejudiciais responsáveis ​​por doenças como listeriose, febre tifóide, tuberculose, difteria, febre Q e brucelose.

Os perigos da listeria e da gravidez

As mulheres grávidas correm um sério risco de adoecer com a bactéria Listeria, que costuma ser encontrada no leite cru e pode causar aborto espontâneo, doença ou morte do bebê recém-nascido. Se você estiver grávida, beber leite cru - ou comer alimentos feitos de leite cru, como queijo mexicano como Queso Blanco ou Queso Fresco - pode prejudicar seu bebê, mesmo que você não se sinta enjoado.

Leite cru e doenças graves

Sintomas e conselhos

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos geralmente incluem:

  • Vômito, diarreia e dor abdominal
  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e dor no corpo

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​se recupere de uma doença causada por bactérias nocivas no leite cru - ou em alimentos feitos com leite cru - em pouco tempo, algumas podem desenvolver sintomas que são crônicos, graves ou mesmo fatais. Se você ou alguém que você conhece ficar doente após consumir leite cru ou produtos à base de leite cru - ou, se estiver grávida e achar que pode ter consumido leite cru ou queijo contaminado - consulte um profissional de saúde imediatamente.

Leite cru e pasteurização: desmascarando os mitos do leite

Embora a pasteurização tenha ajudado a fornecer leite e queijo seguros e ricos em nutrientes por mais de 120 anos, algumas pessoas continuam a acreditar que a pasteurização prejudica o leite e que o leite cru é uma alternativa segura e mais saudável.

Aqui estão alguns mitos comuns e fatos comprovados sobre leite e pasteurização:

  • Leite pasteurizando NÃO causar intolerância à lactose e reações alérgicas. Tanto o leite cru quanto o pasteurizado podem causar reações alérgicas em pessoas sensíveis às proteínas do leite.
  • Leite cru NÃO matar patógenos perigosos por si só.
  • Pasteurização NÃO reduzir o valor nutricional do leite.
  • Pasteurização NÃO significa que é seguro deixar o leite fora da geladeira por muito tempo, especialmente depois de aberto.
  • Pasteurização FAZ matar bactérias prejudiciais.
  • Pasteurização FAZ Salve vidas.

Em caso de dúvida - pergunte!

  • Leia o rótulo. O leite seguro terá a palavra “pasteurizado” no rótulo. Se a palavra "pasteurizado" não aparecer no rótulo de um produto, ele pode conter leite cru.
  • Não hesite em pergunte ao seu dono da mercearia ou balconista de uma loja de alimentos naturais se leite ou nata foram pasteurizados, especialmente leite ou produtos lácteos vendidos em caixas refrigeradas.
  • Não compre leite ou produtos lácteos em mercados de produtores ou barracas de beira de estrada a menos que você possa confirmar que foram pasteurizados.

O seu sorvete caseiro é seguro?

Todos os anos, o sorvete caseiro causa surtos graves de infecção por Salmonella. O ingrediente responsável são os ovos crus ou mal cozidos. Se você decidir fazer sorvete em casa, use um produto de ovo pasteurizado, substituto do ovo ou ovos com casca pasteurizados no lugar dos ovos crus em sua receita favorita. Existem também muitas receitas de sorvete sem ovo disponíveis.


Os perigos do leite cru: o leite não pasteurizado pode representar um sério risco à saúde

Leite e produtos lácteos fornecem uma grande variedade de benefícios nutricionais. Mas o leite cru, ou seja, o leite não pasteurizado, pode abrigar microorganismos perigosos que podem representar sérios riscos à saúde para você e sua família.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 1993 a 2012, houve 127 surtos relacionados ao leite cru ou produtos lácteos crus, como sorvete, queijo macio ou iogurte. Eles resultaram em 1.909 doenças e 144 hospitalizações. O CDC aponta que a maioria das doenças transmitidas por alimentos não faz parte dos surtos reconhecidos e, para cada doença relatada, muitas outras ocorrem.

Leite cru é o leite de vaca, ovelha e cabra - ou qualquer outro animal - que não foi pasteurizado para matar bactérias nocivas. O leite cru pode transportar bactérias perigosas como Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter e outras que causam doenças transmitidas por alimentos, muitas vezes chamadas de “intoxicação alimentar”.

Essas bactérias podem prejudicar gravemente a saúde de qualquer pessoa que beba leite cru ou coma produtos feitos com leite cru. However, the bacteria in raw milk can be especially dangerous to people with weakened immune systems (such as transplant patients and individuals with HIV/AIDS, cancer, and diabetes), children, older adults, and pregnant women. In fact, CDC finds that foodborne illness from raw milk especially affects children and teenagers.

"Pasteurized Milk" Explained

Pasteurization is a widely used process that kills harmful bacteria by heating milk to a specific temperature
for a set period of time. First developed by Louis Pasteur in 1864, pasteurization kills harmful organisms responsible for such diseases as listeriosis, typhoid fever, tuberculosis, diphtheria, Q fever, and brucellosis.

The Dangers of Listeria and Pregnancy

Pregnant women run a serious risk of becoming ill from the bacteria Listeria, which is often found in raw milk and can cause miscarriage, or illness, or death of the newborn baby. If you are pregnant, drinking raw milk — or eating foods made from raw milk, such as Mexican-style cheese like Queso Blanco or Queso Fresco — can harm your baby even if you don’t feel sick.

Raw Milk and Serious Illness

Symptoms and Advice

Symptoms of foodborne illness usually include:

  • Vomiting, diarrhea, and abdominal pain
  • Flu-like symptoms such as fever, headache, and body ache

While most healthy people will recover from an illness caused by harmful bacteria in raw milk – or in foods made with raw milk – within a short time, some can develop symptoms that are chronic, severe, or even life-threatening. If you or someone you know becomes ill after consuming raw milk or products made from raw milk – or, if you are pregnant and think you may have consumed contaminated raw milk or cheese – see a healthcare professional immediately.

Raw Milk & Pasteurization: Debunking Milk Myths

While pasteurization has helped provide safe, nutrient-rich milk and cheese for over 120 years, some people continue to believe that pasteurization harms milk and that raw milk is a safe, healthier alternative.

Here are some common myths and proven facts about milk and pasteurization:

  • Pasteurizing milk DOES NOT cause lactose intolerance and allergic reactions. Both raw milk and pasteurized milk can cause allergic reactions in people sensitive to milk proteins.
  • Leite cru DOES NOT kill dangerous pathogens by itself.
  • Pasteurization DOES NOT reduce milk's nutritional value.
  • Pasteurization DOES NOT mean that it is safe to leave milk out of the refrigerator for extended time, particularly after it has been opened.
  • Pasteurization DOES kill harmful bacteria.
  • Pasteurization DOES save lives.

When in Doubt — Ask!

  • Read the label. Safe milk will have the word “pasteurized” on the label. If the word “pasteurized” does not appear on a product’s label, it may contain raw milk.
  • Não hesite em ask your grocer or health food store clerk whether milk or cream has been pasteurized, especially milk or milk products sold in refrigerated cases.
  • Don’t buy milk or milk products at farmers’ markets or roadside stands unless you can confirm that they have been pasteurized.

Is Your Homemade Ice Cream Safe?

Each year, homemade ice cream causes serious outbreaks of infection from Salmonella. The ingredient responsible is raw or undercooked eggs. If you choose to make ice cream at home, use a pasteurized egg product, egg substitute, or pasteurized shell eggs in place of the raw eggs in your favorite recipe. There are also many egg-free ice cream recipes available.


The Dangers of Raw Milk: Unpasteurized Milk Can Pose a Serious Health Risk

Milk and milk products provide a wealth of nutrition benefits. But raw milk, i.e., unpasteurized milk, can harbor dangerous microorganisms that can pose serious health risks to you and your family.

According to the Centers for Disease Control and Prevention (CDC), from 1993 through 2012, there were 127 outbreaks linked to raw milk or raw milk products like ice cream, soft cheese, or yogurt. They resulted in 1,909 illnesses and 144 hospitalizations. CDC points out that most foodborne illnesses are not a part of recognized outbreaks, and for every illness reported, many others occur.

Raw milk is milk from cows, sheep, and goats — or any other animal — that has not been pasteurized to kill harmful bacteria. Raw milk can carry dangerous bacteria such as Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter, and others that cause foodborne illness, often called “food poisoning.”

These bacteria can seriously injure the health of anyone who drinks raw milk or eats products made from raw milk. However, the bacteria in raw milk can be especially dangerous to people with weakened immune systems (such as transplant patients and individuals with HIV/AIDS, cancer, and diabetes), children, older adults, and pregnant women. In fact, CDC finds that foodborne illness from raw milk especially affects children and teenagers.

"Pasteurized Milk" Explained

Pasteurization is a widely used process that kills harmful bacteria by heating milk to a specific temperature
for a set period of time. First developed by Louis Pasteur in 1864, pasteurization kills harmful organisms responsible for such diseases as listeriosis, typhoid fever, tuberculosis, diphtheria, Q fever, and brucellosis.

The Dangers of Listeria and Pregnancy

Pregnant women run a serious risk of becoming ill from the bacteria Listeria, which is often found in raw milk and can cause miscarriage, or illness, or death of the newborn baby. If you are pregnant, drinking raw milk — or eating foods made from raw milk, such as Mexican-style cheese like Queso Blanco or Queso Fresco — can harm your baby even if you don’t feel sick.

Raw Milk and Serious Illness

Symptoms and Advice

Symptoms of foodborne illness usually include:

  • Vomiting, diarrhea, and abdominal pain
  • Flu-like symptoms such as fever, headache, and body ache

While most healthy people will recover from an illness caused by harmful bacteria in raw milk – or in foods made with raw milk – within a short time, some can develop symptoms that are chronic, severe, or even life-threatening. If you or someone you know becomes ill after consuming raw milk or products made from raw milk – or, if you are pregnant and think you may have consumed contaminated raw milk or cheese – see a healthcare professional immediately.

Raw Milk & Pasteurization: Debunking Milk Myths

While pasteurization has helped provide safe, nutrient-rich milk and cheese for over 120 years, some people continue to believe that pasteurization harms milk and that raw milk is a safe, healthier alternative.

Here are some common myths and proven facts about milk and pasteurization:

  • Pasteurizing milk DOES NOT cause lactose intolerance and allergic reactions. Both raw milk and pasteurized milk can cause allergic reactions in people sensitive to milk proteins.
  • Leite cru DOES NOT kill dangerous pathogens by itself.
  • Pasteurization DOES NOT reduce milk's nutritional value.
  • Pasteurization DOES NOT mean that it is safe to leave milk out of the refrigerator for extended time, particularly after it has been opened.
  • Pasteurization DOES kill harmful bacteria.
  • Pasteurization DOES save lives.

When in Doubt — Ask!

  • Read the label. Safe milk will have the word “pasteurized” on the label. If the word “pasteurized” does not appear on a product’s label, it may contain raw milk.
  • Não hesite em ask your grocer or health food store clerk whether milk or cream has been pasteurized, especially milk or milk products sold in refrigerated cases.
  • Don’t buy milk or milk products at farmers’ markets or roadside stands unless you can confirm that they have been pasteurized.

Is Your Homemade Ice Cream Safe?

Each year, homemade ice cream causes serious outbreaks of infection from Salmonella. The ingredient responsible is raw or undercooked eggs. If you choose to make ice cream at home, use a pasteurized egg product, egg substitute, or pasteurized shell eggs in place of the raw eggs in your favorite recipe. There are also many egg-free ice cream recipes available.


The Dangers of Raw Milk: Unpasteurized Milk Can Pose a Serious Health Risk

Milk and milk products provide a wealth of nutrition benefits. But raw milk, i.e., unpasteurized milk, can harbor dangerous microorganisms that can pose serious health risks to you and your family.

According to the Centers for Disease Control and Prevention (CDC), from 1993 through 2012, there were 127 outbreaks linked to raw milk or raw milk products like ice cream, soft cheese, or yogurt. They resulted in 1,909 illnesses and 144 hospitalizations. CDC points out that most foodborne illnesses are not a part of recognized outbreaks, and for every illness reported, many others occur.

Raw milk is milk from cows, sheep, and goats — or any other animal — that has not been pasteurized to kill harmful bacteria. Raw milk can carry dangerous bacteria such as Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter, and others that cause foodborne illness, often called “food poisoning.”

These bacteria can seriously injure the health of anyone who drinks raw milk or eats products made from raw milk. However, the bacteria in raw milk can be especially dangerous to people with weakened immune systems (such as transplant patients and individuals with HIV/AIDS, cancer, and diabetes), children, older adults, and pregnant women. In fact, CDC finds that foodborne illness from raw milk especially affects children and teenagers.

"Pasteurized Milk" Explained

Pasteurization is a widely used process that kills harmful bacteria by heating milk to a specific temperature
for a set period of time. First developed by Louis Pasteur in 1864, pasteurization kills harmful organisms responsible for such diseases as listeriosis, typhoid fever, tuberculosis, diphtheria, Q fever, and brucellosis.

The Dangers of Listeria and Pregnancy

Pregnant women run a serious risk of becoming ill from the bacteria Listeria, which is often found in raw milk and can cause miscarriage, or illness, or death of the newborn baby. If you are pregnant, drinking raw milk — or eating foods made from raw milk, such as Mexican-style cheese like Queso Blanco or Queso Fresco — can harm your baby even if you don’t feel sick.

Raw Milk and Serious Illness

Symptoms and Advice

Symptoms of foodborne illness usually include:

  • Vomiting, diarrhea, and abdominal pain
  • Flu-like symptoms such as fever, headache, and body ache

While most healthy people will recover from an illness caused by harmful bacteria in raw milk – or in foods made with raw milk – within a short time, some can develop symptoms that are chronic, severe, or even life-threatening. If you or someone you know becomes ill after consuming raw milk or products made from raw milk – or, if you are pregnant and think you may have consumed contaminated raw milk or cheese – see a healthcare professional immediately.

Raw Milk & Pasteurization: Debunking Milk Myths

While pasteurization has helped provide safe, nutrient-rich milk and cheese for over 120 years, some people continue to believe that pasteurization harms milk and that raw milk is a safe, healthier alternative.

Here are some common myths and proven facts about milk and pasteurization:

  • Pasteurizing milk DOES NOT cause lactose intolerance and allergic reactions. Both raw milk and pasteurized milk can cause allergic reactions in people sensitive to milk proteins.
  • Leite cru DOES NOT kill dangerous pathogens by itself.
  • Pasteurization DOES NOT reduce milk's nutritional value.
  • Pasteurization DOES NOT mean that it is safe to leave milk out of the refrigerator for extended time, particularly after it has been opened.
  • Pasteurization DOES kill harmful bacteria.
  • Pasteurization DOES save lives.

When in Doubt — Ask!

  • Read the label. Safe milk will have the word “pasteurized” on the label. If the word “pasteurized” does not appear on a product’s label, it may contain raw milk.
  • Não hesite em ask your grocer or health food store clerk whether milk or cream has been pasteurized, especially milk or milk products sold in refrigerated cases.
  • Don’t buy milk or milk products at farmers’ markets or roadside stands unless you can confirm that they have been pasteurized.

Is Your Homemade Ice Cream Safe?

Each year, homemade ice cream causes serious outbreaks of infection from Salmonella. The ingredient responsible is raw or undercooked eggs. If you choose to make ice cream at home, use a pasteurized egg product, egg substitute, or pasteurized shell eggs in place of the raw eggs in your favorite recipe. There are also many egg-free ice cream recipes available.


The Dangers of Raw Milk: Unpasteurized Milk Can Pose a Serious Health Risk

Milk and milk products provide a wealth of nutrition benefits. But raw milk, i.e., unpasteurized milk, can harbor dangerous microorganisms that can pose serious health risks to you and your family.

According to the Centers for Disease Control and Prevention (CDC), from 1993 through 2012, there were 127 outbreaks linked to raw milk or raw milk products like ice cream, soft cheese, or yogurt. They resulted in 1,909 illnesses and 144 hospitalizations. CDC points out that most foodborne illnesses are not a part of recognized outbreaks, and for every illness reported, many others occur.

Raw milk is milk from cows, sheep, and goats — or any other animal — that has not been pasteurized to kill harmful bacteria. Raw milk can carry dangerous bacteria such as Salmonella, E. coli, Listeria, Campylobacter, and others that cause foodborne illness, often called “food poisoning.”

These bacteria can seriously injure the health of anyone who drinks raw milk or eats products made from raw milk. However, the bacteria in raw milk can be especially dangerous to people with weakened immune systems (such as transplant patients and individuals with HIV/AIDS, cancer, and diabetes), children, older adults, and pregnant women. In fact, CDC finds that foodborne illness from raw milk especially affects children and teenagers.

"Pasteurized Milk" Explained

Pasteurization is a widely used process that kills harmful bacteria by heating milk to a specific temperature
for a set period of time. First developed by Louis Pasteur in 1864, pasteurization kills harmful organisms responsible for such diseases as listeriosis, typhoid fever, tuberculosis, diphtheria, Q fever, and brucellosis.

The Dangers of Listeria and Pregnancy

Pregnant women run a serious risk of becoming ill from the bacteria Listeria, which is often found in raw milk and can cause miscarriage, or illness, or death of the newborn baby. If you are pregnant, drinking raw milk — or eating foods made from raw milk, such as Mexican-style cheese like Queso Blanco or Queso Fresco — can harm your baby even if you don’t feel sick.

Raw Milk and Serious Illness

Symptoms and Advice

Symptoms of foodborne illness usually include:

  • Vomiting, diarrhea, and abdominal pain
  • Flu-like symptoms such as fever, headache, and body ache

While most healthy people will recover from an illness caused by harmful bacteria in raw milk – or in foods made with raw milk – within a short time, some can develop symptoms that are chronic, severe, or even life-threatening. If you or someone you know becomes ill after consuming raw milk or products made from raw milk – or, if you are pregnant and think you may have consumed contaminated raw milk or cheese – see a healthcare professional immediately.

Raw Milk & Pasteurization: Debunking Milk Myths

While pasteurization has helped provide safe, nutrient-rich milk and cheese for over 120 years, some people continue to believe that pasteurization harms milk and that raw milk is a safe, healthier alternative.

Here are some common myths and proven facts about milk and pasteurization:

  • Pasteurizing milk DOES NOT cause lactose intolerance and allergic reactions. Both raw milk and pasteurized milk can cause allergic reactions in people sensitive to milk proteins.
  • Leite cru DOES NOT kill dangerous pathogens by itself.
  • Pasteurization DOES NOT reduce milk's nutritional value.
  • Pasteurization DOES NOT mean that it is safe to leave milk out of the refrigerator for extended time, particularly after it has been opened.
  • Pasteurization DOES kill harmful bacteria.
  • Pasteurization DOES save lives.

When in Doubt — Ask!

  • Read the label. Safe milk will have the word “pasteurized” on the label. If the word “pasteurized” does not appear on a product’s label, it may contain raw milk.
  • Não hesite em ask your grocer or health food store clerk whether milk or cream has been pasteurized, especially milk or milk products sold in refrigerated cases.
  • Don’t buy milk or milk products at farmers’ markets or roadside stands unless you can confirm that they have been pasteurized.

Is Your Homemade Ice Cream Safe?

Each year, homemade ice cream causes serious outbreaks of infection from Salmonella. The ingredient responsible is raw or undercooked eggs. If you choose to make ice cream at home, use a pasteurized egg product, egg substitute, or pasteurized shell eggs in place of the raw eggs in your favorite recipe. There are also many egg-free ice cream recipes available.


Assista o vídeo: DETERIORAÇÃO DE LEITE