cv.sinergiasostenible.org
Novas receitas

Whole Foods usará óleo de canola para alimentar um edifício de 70.000 pés quadrados

Whole Foods usará óleo de canola para alimentar um edifício de 70.000 pés quadrados



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


A mercearia orgânica está tentando tornar seu comissário um pouco mais ecológico

O Whole Foods Market usa óleo de canola reciclado para abastecer seus supermercados.

Além de nos vender frutas orgânicas caras e um sabonete facial super sofisticado (na verdade, muito bom), a Whole Foods está acrescentando "salvar o meio ambiente" em sua lista de tarefas pendentes.

O Boston Globe relata que o comissário do Whole Foods Market é reciclando seu óleo de canola usado e queimá-lo por meio de um gerador para alimentar seu prédio de 70.000 pés quadrados. A rede de supermercados estima que o sistema use 3.000 galões de óleo usado por semana, geralmente da fábrica da Whole Foods, além de 28 lojas nas áreas vizinhas.

O óleo, então, abastece lâmpadas, geladeiras e outros equipamentos usados ​​no preparo dos alimentos vendidos em 62 lojas da Whole Foods no Nordeste.

"É a coisa mais legal que aconteceu ao óleo vegetal desde as batatas fritas", disse Rory Gaunt, presidente-executivo da Lifecycle Renewables Inc., a empresa Marblehead que instalou o gerador e refina o óleo de canola usado para a Whole Foods. Além disso, reduz o custo da eletricidade, uma vez que a Whole Foods só precisa pagar Renováveis ​​do Ciclo de Vida em vez de serviços públicos; o Globe relata que isso poderia economizar para o armazém cerca de 20% em custos de energia e eliminação de resíduos. Doce.

(Foto Whole Foods | Austin, TX Modificado: Flickr /Esse outro papel/CC 4.0)


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Eu acho que desenraizar sua vida e então replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas estar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para me mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que eu me consolo tremendamente nas tradições e na previsibilidade. Tipo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa deles entre 12 e 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Então, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Existe uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, o que o torna um ótimo acompanhamento para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e a pimenta em flocos. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervendo rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com papel toalha para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Eu acho que desenraizar sua vida e então replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas estar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que me consolo tremendo nas tradições e na previsibilidade. Por exemplo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa dos 12 aos 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Então, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Existe uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, o que o torna um ótimo acompanhamento para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e a pimenta em flocos. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervendo rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com papel toalha para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Acho que arrancar sua vida e depois replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas estar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para me mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que me consolo tremendo nas tradições e na previsibilidade. Por exemplo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa dos 12 aos 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Em seguida, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Há uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, tornando-o um ótimo acompanhamento para levar para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e os flocos de pimenta. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervendo rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com papel toalha para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Acho que arrancar sua vida e depois replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas ficar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para me mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que eu me consolo tremendamente nas tradições e na previsibilidade. Por exemplo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa dos 12 aos 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Em seguida, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Existe uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, tornando-o um ótimo acompanhamento para levar para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e a pimenta em flocos. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervendo rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com papel toalha para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Acho que arrancar sua vida e depois replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas ficar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que eu me consolo tremendamente nas tradições e na previsibilidade. Tipo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa deles entre 12 e 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Então, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Há uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, tornando-o um ótimo acompanhamento para levar para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e a pimenta em flocos. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervente rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com toalhas de papel para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Acho que arrancar sua vida e depois replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas estar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para me mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que eu me consolo tremendamente nas tradições e na previsibilidade. Por exemplo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa dos 12 aos 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Em seguida, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. Mas, em grande parte, foi devido à overdose de comida chinesa e pizza na semana da mudança. Existe uma quantidade limitada dessas coisas que você pode comer antes de começar a coçar por algo com um valor um pouco mais nutricional.

Felizmente, o novo apartamento fica a poucos passos de um Whole Foods, repleto de vegetais com folhas verdes. A partir disso, trago-lhe o antídoto para a tarifa da semana em movimento & # 8211 verdes mistos brilhantes, levemente cozidos no vapor, temperados com mel, soja e alho e regados com crocantes sementes de gergelim torradas. Simples, saudável e cheio de deliciosas.

A receita foi inspirada nas verduras cozidas no vapor no balcão de delicatessen da Capers, uma loja de alimentos naturais de Vancouver. Eu gosto do meu em temperatura ambiente, o que o torna um ótimo acompanhamento para um churrasco ou piquenique no verão, mas também funciona quente & # 8211 você simplesmente pula a etapa do banho de gelo e veste as verduras escorridas enquanto elas estão quentes.

Use um único vegetal verde ou qualquer combinação que você goste & # 8211 Eu costumo combinar brócolis, espinafre e couve para obter uma variedade de texturas. Também é perfeito com opções mais amargas como rapini (também conhecido como raab de brócolis) ou verdes asiáticos como gai lan, já que a doçura do mel compensa sua acidez.

Ao cozinhar uma combinação de vegetais no vapor, comece com os mais duros como o brócolis, adicionando as folhas verdes mais delicadas alguns minutos depois para que todos sejam cozidos ao mesmo tempo. Certifique-se de remover o máximo de água possível, para minimizar a diluição do curativo.

Eu usei o & # 8220método micro-ondas & # 8221 para torrar as sementes de gergelim & # 8211 apenas espalhe-as em um prato e leve ao microondas em alta potência em intervalos de 2 minutos até dourar e cheiroso (cerca de 4-5 minutos no total). Tenha muito cuidado ao retirar do microondas, pois o prato em si pode esquentar. Isso funciona para quaisquer nozes ou sementes e # 8211 maiores, como castanhas de caju e amêndoas inteiras, levam mais tempo.

Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

  • 2 colheres de sopa de óleo de canola (ou outro neutro)
  • 1/2 colher de chá de óleo de gergelim
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 colher de sopa de molho de soja
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
  • 6 xícaras de verduras picadas, caules descartados (como couve, brócolis, espinafre, bok choy, acelga suíça, rapini, etc.)
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim, torradas
  • sal a gosto

1. Para fazer o molho, misture os óleos, o mel, o molho de soja, o alho e a pimenta em flocos. Deixou de lado.

2. Prepare um banho de gelo enchendo uma tigela grande com gelo e água. Deixou de lado.

3. Cozinhe as verduras em um vaporizador com tampa sobre uma polegada de água fervendo rapidamente até que fiquem verdes brilhantes. Mergulhe imediatamente no banho de gelo, depois transfira para uma peneira para escorrer, pressionando suavemente com papel toalha para remover o máximo de água possível.

4. Misture as verduras com o molho e adicione sal a gosto. Polvilhe com sementes de gergelim e sirva.


Verduras cozidas no vapor com gergelim com mel

Eu acho que desenraizar sua vida e então replantar em um novo local tende a frustrar até mesmo a pessoa mais composta. Para mim, os fatores estressantes gerais de empacotar e limpar e apenas estar inquieto são agravados pelo fato de que eu realmente não goste de mudanças. Não me interpretem mal & # 8211 Estou muito animado para mudar para nossa nova casa, com uma cozinha totalmente nova, em um ótimo bairro. É só que eu me consolo tremendamente nas tradições e na previsibilidade. Por exemplo, como eu fazia minha melhor amiga (também chamada de Jenn) comer panquecas toda vez que íamos dormir na casa dos 12 aos 25 anos. Ela realmente não gostava de panquecas, mas me divertia. Vê por que somos melhores amigos?

Meu cachorro não gosta de mudanças ainda mais do que eu. Ele parou de comer por 3 dias quando nossas coisas começaram a ir nas caixas. Eu nunca iria tão longe & # 8230

Sempre que algo estressante está acontecendo em minha vida, fico completamente obcecado por outra coisa para evitar pensar a respeito. Você sempre faz isso?

Por exemplo, durante a semana da mudança, fui atingido pela inspiração repentina de me aprofundar em um novo projeto de arte que consumia tudo. Os jornais que eu deveria usar para empacotar foram usados ​​para espalhar o pano no chão.

Então, várias caixas foram sacrificadas quando eu desenvolvi uma necessidade imediata de construir uma softbox DIY para fotografia. (Todas as fotos neste post foram tiradas com ele!)

De qualquer forma, agora estamos todos acomodados em nosso novo lugar. E por & # 8220 instalado em & # 8221 quero dizer aninhado entre caixas empilhadas até o teto, dormindo em um colchão no chão e lendo à luz de velas porque vendemos todas as nossas lâmpadas e ainda temos que substituí-las. Pelo menos não estou mais bebendo do açucareiro e usando uma toalha de rosto como luva de forno.

Apenas um cômodo está desempacotado, e esse é a cozinha! Surpresa surpresa. Foi parcialmente por necessidade, visto que cozinho para o meu trabalho. But in great part it was due to the moving-week overdose of chinese takeout and pizza. There’s only so much of that stuff you can eat before you start to itch for something of a bit more nutritional value.

Happily, the new apartment is walking distance to a Whole Foods, bursting with green leafy veggies. From this, I bring you the antidote to moving-week fare – bright, lightly steamed mixed greens dressed in honey, soy and garlic and showered with crunchy toasted sesame seeds. Simple, healthy, and heavy on the delicious.

This recipe was inspired by the steamed greens at the deli counter of Capers, a Vancouver natural foods store. I like mine at room temperature, making it a great side dish to take to a BBQ or picnic in the summer, but it also works hot – you simply skip the ice bath step and dress the drained greens while they’re warm.

Use a single green vegetable or any combination you like – I often combine broccoli, spinach and kale to get a variety of textures. It is also perfect with more bitter options like rapini (a.k.a. broccoli raab) or asian greens like gai lan, as the sweetness of the honey offsets their sharpness.

When steaming a combination of vegetables, start with the tougher ones like broccoli, adding the more delicate leafy greens a couple of minutes later so that they are all cooked at the same time. Be sure to remove as much water as possible, to minimize dilution of the dressing.

I used the “microwave method” for toasting the sesame seeds – just spread them out on a plate and microwave on high power in 2 minute intervals until golden and fragrant (about 4-5 minutes total). Be very careful when removing from microwave, as the plate itself will get hot. This works for any nuts or seeds – bigger ones like cashews and whole almonds just take more time.

Honey-Sesame Steamed Greens

  • 2 tbsp canola (or other neutral) oil
  • 1/2 tsp sesame oil
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 tbsp soy sauce
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 tsp red chili flakes
  • 6 cups chopped greens, stems discarded (like kale, broccoli, spinach, bok choy, swiss chard, rapini, etc.)
  • 1 tbsp sesame seeds, toasted
  • sal a gosto

1. To make dressing, whisk together oils, honey, soy sauce, garlic and chili flakes. Deixou de lado.

2. Prepare an ice bath by filling a large bowl with ice and water. Deixou de lado.

3. Cook the greens in a lidded steamer set over an inch of rapidly boiling water until they are bright green. Plunge immediately in the ice bath, then transfer to a colander to drain, pressing on them gently with paper towels to remove as much water as possible.

4. Toss the greens with the dressing and add salt to taste. Sprinkle with sesame seeds and serve.


Honey-Sesame Steamed Greens

I think uprooting your life and then replanting in a new location tends to frazzle even the most composed person. For me, the general moving stressors of packing and cleaning and just being unsettled are compounded by the fact that I realmente don’t like change. Don’t get me wrong – I am big-time excited to move into our new home, with a brand new kitchen, in a great neighbourhood. It’s just that I take tremendous comfort in traditions and predictability. Like how I made my best friend (also named Jenn) eat pancakes every time we had a sleepover between the ages of twelve to twenty-five. She really didn’t like pancakes, but she humoured me. See why we’re best friends?

My dog doesn’t like change even more than I don’t like it. He stopped eating for 3 days when our things started going in boxes. I would never go that far…

Whenever something stressful is happening in my life, I become completely obsessed with something else to avoid thinking about it. Do you ever do that?

For example, during the week of the move I was struck by the sudden inspiration to get elbow deep into a new all-consuming art project. The newspapers I was supposed to use for packing instead were used to drop-cloth the floor.

Then several boxes were sacrificed when I developed an immediate need to build a DIY softbox for photography. (All the photos in this post were taken using it!)

Anyway, now we are all settled in to our new place. And by “settled in” I mean nestled in among boxes piled to the ceiling, sleeping on a mattress on the floor, and reading by candlelight because we sold all our lamps and have yet to replace them. At least I am no longer drinking out of the sugar bowl and using a facecloth as an oven mitt.

Only one room is unpacked, and that is the kitchen! Surprise surprise. It was partially out of necessity, seeing as I cook for my job. But in great part it was due to the moving-week overdose of chinese takeout and pizza. There’s only so much of that stuff you can eat before you start to itch for something of a bit more nutritional value.

Happily, the new apartment is walking distance to a Whole Foods, bursting with green leafy veggies. From this, I bring you the antidote to moving-week fare – bright, lightly steamed mixed greens dressed in honey, soy and garlic and showered with crunchy toasted sesame seeds. Simple, healthy, and heavy on the delicious.

This recipe was inspired by the steamed greens at the deli counter of Capers, a Vancouver natural foods store. I like mine at room temperature, making it a great side dish to take to a BBQ or picnic in the summer, but it also works hot – you simply skip the ice bath step and dress the drained greens while they’re warm.

Use a single green vegetable or any combination you like – I often combine broccoli, spinach and kale to get a variety of textures. It is also perfect with more bitter options like rapini (a.k.a. broccoli raab) or asian greens like gai lan, as the sweetness of the honey offsets their sharpness.

When steaming a combination of vegetables, start with the tougher ones like broccoli, adding the more delicate leafy greens a couple of minutes later so that they are all cooked at the same time. Be sure to remove as much water as possible, to minimize dilution of the dressing.

I used the “microwave method” for toasting the sesame seeds – just spread them out on a plate and microwave on high power in 2 minute intervals until golden and fragrant (about 4-5 minutes total). Be very careful when removing from microwave, as the plate itself will get hot. This works for any nuts or seeds – bigger ones like cashews and whole almonds just take more time.

Honey-Sesame Steamed Greens

  • 2 tbsp canola (or other neutral) oil
  • 1/2 tsp sesame oil
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 tbsp soy sauce
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 tsp red chili flakes
  • 6 cups chopped greens, stems discarded (like kale, broccoli, spinach, bok choy, swiss chard, rapini, etc.)
  • 1 tbsp sesame seeds, toasted
  • sal a gosto

1. To make dressing, whisk together oils, honey, soy sauce, garlic and chili flakes. Deixou de lado.

2. Prepare an ice bath by filling a large bowl with ice and water. Deixou de lado.

3. Cook the greens in a lidded steamer set over an inch of rapidly boiling water until they are bright green. Plunge immediately in the ice bath, then transfer to a colander to drain, pressing on them gently with paper towels to remove as much water as possible.

4. Toss the greens with the dressing and add salt to taste. Sprinkle with sesame seeds and serve.


Honey-Sesame Steamed Greens

I think uprooting your life and then replanting in a new location tends to frazzle even the most composed person. For me, the general moving stressors of packing and cleaning and just being unsettled are compounded by the fact that I realmente don’t like change. Don’t get me wrong – I am big-time excited to move into our new home, with a brand new kitchen, in a great neighbourhood. It’s just that I take tremendous comfort in traditions and predictability. Like how I made my best friend (also named Jenn) eat pancakes every time we had a sleepover between the ages of twelve to twenty-five. She really didn’t like pancakes, but she humoured me. See why we’re best friends?

My dog doesn’t like change even more than I don’t like it. He stopped eating for 3 days when our things started going in boxes. I would never go that far…

Whenever something stressful is happening in my life, I become completely obsessed with something else to avoid thinking about it. Do you ever do that?

For example, during the week of the move I was struck by the sudden inspiration to get elbow deep into a new all-consuming art project. The newspapers I was supposed to use for packing instead were used to drop-cloth the floor.

Then several boxes were sacrificed when I developed an immediate need to build a DIY softbox for photography. (All the photos in this post were taken using it!)

Anyway, now we are all settled in to our new place. And by “settled in” I mean nestled in among boxes piled to the ceiling, sleeping on a mattress on the floor, and reading by candlelight because we sold all our lamps and have yet to replace them. At least I am no longer drinking out of the sugar bowl and using a facecloth as an oven mitt.

Only one room is unpacked, and that is the kitchen! Surprise surprise. It was partially out of necessity, seeing as I cook for my job. But in great part it was due to the moving-week overdose of chinese takeout and pizza. There’s only so much of that stuff you can eat before you start to itch for something of a bit more nutritional value.

Happily, the new apartment is walking distance to a Whole Foods, bursting with green leafy veggies. From this, I bring you the antidote to moving-week fare – bright, lightly steamed mixed greens dressed in honey, soy and garlic and showered with crunchy toasted sesame seeds. Simple, healthy, and heavy on the delicious.

This recipe was inspired by the steamed greens at the deli counter of Capers, a Vancouver natural foods store. I like mine at room temperature, making it a great side dish to take to a BBQ or picnic in the summer, but it also works hot – you simply skip the ice bath step and dress the drained greens while they’re warm.

Use a single green vegetable or any combination you like – I often combine broccoli, spinach and kale to get a variety of textures. It is also perfect with more bitter options like rapini (a.k.a. broccoli raab) or asian greens like gai lan, as the sweetness of the honey offsets their sharpness.

When steaming a combination of vegetables, start with the tougher ones like broccoli, adding the more delicate leafy greens a couple of minutes later so that they are all cooked at the same time. Be sure to remove as much water as possible, to minimize dilution of the dressing.

I used the “microwave method” for toasting the sesame seeds – just spread them out on a plate and microwave on high power in 2 minute intervals until golden and fragrant (about 4-5 minutes total). Be very careful when removing from microwave, as the plate itself will get hot. This works for any nuts or seeds – bigger ones like cashews and whole almonds just take more time.

Honey-Sesame Steamed Greens

  • 2 tbsp canola (or other neutral) oil
  • 1/2 tsp sesame oil
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 tbsp soy sauce
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 tsp red chili flakes
  • 6 cups chopped greens, stems discarded (like kale, broccoli, spinach, bok choy, swiss chard, rapini, etc.)
  • 1 tbsp sesame seeds, toasted
  • sal a gosto

1. To make dressing, whisk together oils, honey, soy sauce, garlic and chili flakes. Deixou de lado.

2. Prepare an ice bath by filling a large bowl with ice and water. Deixou de lado.

3. Cook the greens in a lidded steamer set over an inch of rapidly boiling water until they are bright green. Plunge immediately in the ice bath, then transfer to a colander to drain, pressing on them gently with paper towels to remove as much water as possible.

4. Toss the greens with the dressing and add salt to taste. Sprinkle with sesame seeds and serve.


Honey-Sesame Steamed Greens

I think uprooting your life and then replanting in a new location tends to frazzle even the most composed person. For me, the general moving stressors of packing and cleaning and just being unsettled are compounded by the fact that I realmente don’t like change. Don’t get me wrong – I am big-time excited to move into our new home, with a brand new kitchen, in a great neighbourhood. It’s just that I take tremendous comfort in traditions and predictability. Like how I made my best friend (also named Jenn) eat pancakes every time we had a sleepover between the ages of twelve to twenty-five. She really didn’t like pancakes, but she humoured me. See why we’re best friends?

My dog doesn’t like change even more than I don’t like it. He stopped eating for 3 days when our things started going in boxes. I would never go that far…

Whenever something stressful is happening in my life, I become completely obsessed with something else to avoid thinking about it. Do you ever do that?

For example, during the week of the move I was struck by the sudden inspiration to get elbow deep into a new all-consuming art project. The newspapers I was supposed to use for packing instead were used to drop-cloth the floor.

Then several boxes were sacrificed when I developed an immediate need to build a DIY softbox for photography. (All the photos in this post were taken using it!)

Anyway, now we are all settled in to our new place. And by “settled in” I mean nestled in among boxes piled to the ceiling, sleeping on a mattress on the floor, and reading by candlelight because we sold all our lamps and have yet to replace them. At least I am no longer drinking out of the sugar bowl and using a facecloth as an oven mitt.

Only one room is unpacked, and that is the kitchen! Surprise surprise. It was partially out of necessity, seeing as I cook for my job. But in great part it was due to the moving-week overdose of chinese takeout and pizza. There’s only so much of that stuff you can eat before you start to itch for something of a bit more nutritional value.

Happily, the new apartment is walking distance to a Whole Foods, bursting with green leafy veggies. From this, I bring you the antidote to moving-week fare – bright, lightly steamed mixed greens dressed in honey, soy and garlic and showered with crunchy toasted sesame seeds. Simple, healthy, and heavy on the delicious.

This recipe was inspired by the steamed greens at the deli counter of Capers, a Vancouver natural foods store. I like mine at room temperature, making it a great side dish to take to a BBQ or picnic in the summer, but it also works hot – you simply skip the ice bath step and dress the drained greens while they’re warm.

Use a single green vegetable or any combination you like – I often combine broccoli, spinach and kale to get a variety of textures. It is also perfect with more bitter options like rapini (a.k.a. broccoli raab) or asian greens like gai lan, as the sweetness of the honey offsets their sharpness.

When steaming a combination of vegetables, start with the tougher ones like broccoli, adding the more delicate leafy greens a couple of minutes later so that they are all cooked at the same time. Be sure to remove as much water as possible, to minimize dilution of the dressing.

I used the “microwave method” for toasting the sesame seeds – just spread them out on a plate and microwave on high power in 2 minute intervals until golden and fragrant (about 4-5 minutes total). Be very careful when removing from microwave, as the plate itself will get hot. This works for any nuts or seeds – bigger ones like cashews and whole almonds just take more time.

Honey-Sesame Steamed Greens

  • 2 tbsp canola (or other neutral) oil
  • 1/2 tsp sesame oil
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 1/2 tbsp soy sauce
  • 1 dente de alho picado
  • 1/2 tsp red chili flakes
  • 6 cups chopped greens, stems discarded (like kale, broccoli, spinach, bok choy, swiss chard, rapini, etc.)
  • 1 tbsp sesame seeds, toasted
  • sal a gosto

1. To make dressing, whisk together oils, honey, soy sauce, garlic and chili flakes. Deixou de lado.

2. Prepare an ice bath by filling a large bowl with ice and water. Deixou de lado.

3. Cook the greens in a lidded steamer set over an inch of rapidly boiling water until they are bright green. Plunge immediately in the ice bath, then transfer to a colander to drain, pressing on them gently with paper towels to remove as much water as possible.

4. Toss the greens with the dressing and add salt to taste. Sprinkle with sesame seeds and serve.